cartorio-eleitoral-caragua-05

 

O PSDB de Caraguatatuba deu entrada com pedido de impugnação a candidatura de José Pereira de Aguilar Júnior, do PMDB, com base no nome adotado pelo candidato, que pode incidir a erro e engano aos eleitores. José Pereira de Aguilar Júnior/PMDB é filho do ex-Prefeito José Pereira de Aguilar. O Juiz Eleitoral indeferiu o pedido de impugnação, mas determinou que o candidato do PMDB utilize o nome sem a devida abreviatura.

O PSDB que tem como candidato o Engenheiro Gílson Mendes de Souza deu entrada com pedido de impugnação e alteração no nome de registro do candidato José Pereira de Aguilar Júnior, alegando que se utilizando do nome abreviado, Aguilar Jr., o eleitor, principalmente o menos escolarizado, poderia votar no candidato pensando estar votando no pai, José Pereira de Aguilar, que foi Vereador por dois mandatos, outros dois como Vice-Prefeito e apenas um mandato como Prefeito. Aguilar seria o candidato do PMDB nestas eleições, mas mesmo estando impugnado pela Justiça Eleitoral, manteve sua candidatura até os últimos momentos, indicando no seu lugar o filho primogênito.

Ao mesmo tempo o PSDB pediu a retirada de toda propaganda eleitoral feita até o momento, onde constam o nome do candidato com o termo Júnior abreviado.

Segundo a sentença do Juiz Eleitoral de Caraguatatuba, Gilberto Alaby Soubihe Filho não haveria maneira de retirar toda a propaganda eleitoral feita até o momento e muito menos existem razões para a impugnação da candidatura, mas determinou que o candidato do PMDB deva, a partir da sentença, datada de 29 de agosto, escrever e mostrar o seu nome como Aguilar Júnior, na propaganda eleitoral e na urna eletrônica, para que não haja dúvidas em quem o eleitor deverá votar. Numa verificação primária o material eleitoral postado nas Redes Sociais pelo candidato está seguindo a determinação da Justiça Eleitoral.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *