O Diretório Municipal do PT (Partido dos Trabalhadores) em Caraguatatuba vem mantendo um Monitoramento severo, constante e diário sobre a Rádio Caraguá FM, mais precisamente sobre o Jornal Regional, agora terceirizado, ancorado pelo Radialista JR Forlim. A Vigília tem resultado em diversos processos devido as declarações e afirmações feitas pelo Radialista, porém alguns pedidos tem sido feitos fora do prazo determinado pela Lei de Imprensa.

O Jornal Regional é o único e principal Rádio Jornal da emissora, que tem como Âncora o Radialista João Roberto Forlim, o mais antigo em atividade na região. Baseado na divulgação de notícias locais e regionais com o passar dos tempos tem destinado a focar mais na Política Nacional, especificamente no duelo entre o Presidente Jair Bolsonaro e seus adversários políticos, leia-se Lula e o seu partido, o PT – Partido dos Trabalhadores – bem como o trabalho da Imprensa Nacional em publicar os trabalhos de ambas as partes.

Partindo do Monitoramento que vem sendo feito pelo Diretório Municipal do PT na cidade, a legenda protocolou no dia 30 de Agosto, via Fórum, pedido de cópia do Programa do dia 30 de Julho, na 3ª Vara, sob a batuta do Juiz Walter de Oliveira Júnior. Na inicial o partido pede produção antecipada de provas para degravação das declarações feitas naquele dia, quando o Magistrado concede Liminar para que o conteúdo dito naquele dia seja preservado, com o objetivo de ser contestado pela legenda, sob pena de multa diária no valor de R$ 10 mil no caso do desrespeito a solicitação.

De acordo com o Presidente do Diretório, Luan Moreno o pedido em questão é o segundo contra a Rádio Caraguá FM e o Radialista JR Forlim, pelos ataques que vem sendo feitos diariamente ao PT e o ex-Presidente Luís Inácio Lula da Silva. “Ele (Forlim) tem chamado o partido de Organização Criminosa, que tem ligação com o Narcotráfico, que é o maior Bandido da história do país, que foi um Governo Corrupto, dentre outros”, disse. Para Moreno estas declarações mentirosas, feitas de forma diária influenciam o ouvinte.

O Presidente do Diretório Municipal alega que não existe mais clima para diálogo ou pedido de Direito de Resposta, restando a alternativa de protocolizar pedidos diretamente na Justiça. “Estamos ouvindo diariamente o programa e qualquer deslize cometido pelo Radialista iremos processar”, frisou. Moreno reitera que o Radialista tem pensamentos lunáticos, chamando petistas de ladrões, acusando desta forma todos os integrantes do partido. “Este Forlim esquece que o PT, através de seus Deputados Estaduais e Federais trouxe verbas para a cidade em todas as últimas gestões.

Quanto aos prazos Luan Moreno alega que os processos estão dentro do prazo e a Rádio terá que fornecer a cópia do programa.

De acordo com o Radialista Esportivo e Gerente da Caraguá FM, Ricardo Mazzei o Diretório Municipal do PT enviou via Judicial pedido de cópia do programa, porém o pedido está fora do prazo. “A Lei de Imprensa fala em 20 dias para guarda da gravação do programa, o chamado ‘Dedo Duro’ e devido a isso não posso disponibilizar a solicitação”, disse. Segundo Mazzei o PT em Caraguá costuma pedir cópias do programa e muitas delas fora do prazo.

O Gerente desconhece o motivo do pedido, porém acha normal as solicitações, por ser um programa de teor estritamente político e agora terceirizado. “Sempre que há um pedido e o mesmo esteja no prazo, fornecemos de pronto, o que acontece é quando o pedido está fora do prazo pela lei”, frisa. Finaliza o Radialista que o PT sempre pede cópia dos programas, alguns com e outros fora do prazo.

No fechamento deste texto o Presidente do Diretório do PT, Luan Moreno informou que neste final de semana provavelmente os Advogados do partido estarão na cidade para uma reunião, quando serão avaliadas, analisadas e atualizada a situação sobre o assunto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *