O Professor e Secretário Ricardo Ribeiro pediu exoneração da Secretaria de Educação na tarde desta sexta-feira – 14 de setembro, alegando problemas pessoais. O pedido foi aceito de imediato pelo atual Prefeito. Quem assume é a Secretária Adjunta, a Professora Márcia Paiva. Conheça um pouco da história de Ribeiro durante sua passagem pela Secretaria.

Ricardo Ribeiro tem 49 anos é Professor na Fatec em São Sebastião, graduado em Administração, Pós-Graduado em Propaganda e Marketing e Mestre em Planejamento e Desenvolvimento Regional. Sua carreira política teve início em 2004, tendo ocupado a Secretaria de Turismo no período de 2005 a 2008, na gestão única de José Pereira de Aguilar.

Ricardo Ribeiro foi o quarto Secretário Municipal a deixar o cargo desde que o atual grupo político iniciou a gestão administrativa na cidade. Destes apenas um foi exonerado – Lelau no Esporte. O restante pediu demissão; De Paula no Esporte, Carlos Cogo na Habitação e agora Ricardo Ribeiro na Educação.

Por telefone com a redação do Blog Contra & Verso Ricardo Ribeiro declarou que sua saída teve cunho pessoal, mas que continuará a prestar serviço ao atual governo, no formato de um Colaborador Espontâneo. Durante a tarde da última sexta-feira, quando se comentava sobre a possível exoneração de Ribeiro, rumores davam conta de que não havia pedido exoneração, mas que teria sido transferido como Secretário-Adjunto na Secretaria de Governo, o que foi desmentido posteriormente pelo ex-Secretário durante conversa.

De uma passagem tranquila na gestão de 2005 a 2008 quando chefiou o Turismo e idealizou o Caraguá a Gosto, atualmente na sua 13ª Edição, à chefia da equipe de transição da gestão anterior para a atual, a sua gerência como Secretário de Educação no atual governo durante 21 meses foi marcada por diversos casos polêmicos e controversos.

O período inicia com o esquecimento – na verdade uma falha de preparação – para o Desfile Cívico da Independência de 2017 e a sua pretensa desmobilização do mesmo desfile este ano. As principais Licitações da Secretaria foram todas conturbadas e figuraram por diversas vezes nas páginas dos veículos de comunicação da região, como a do Material Escolar em 2017 e o Contrato com a Editora Planeta no mesmo ano para o reforço escolar dos alunos e reciclagem dos professores. Em 2018 aparecem também a Licitação da Merenda Escolar, o atraso e a entrega parcial dos Uniformes Escolares; a ação na justiça de uma mãe que reivindica vaga em período integral para seu filho, a armação política que visava desmoralizá-lo na função com base num suposto caso de infidelidade e os problemas decorrentes dos micro ônibus que fazem o transporte universitário na cidade.

Até o final de sexta a Prefeitura não havia emitido uma Nota Oficial sobre o caso, com a redação recebendo após solicitação e nela confirma a saída por motivos particulares, a efetivação de Márcia Paiva a frente da pasta e o agradecimento pelo trabalho desempenhado ao longo do período.

Nas Redes Sociais o Prefeito elaborou um texto enaltecendo o trabalho desempenhado por Ribeiro a frente da Educação. O Chefe do Executivo fala em turbilhão de sentimentos, lembra o início da amizade e na confiança depositada por Ribeiro na sua candidatura, que elogia Ribeiro pela forma ímpar, com competência e sensibilidade que administrou a pasta.

Fotos: Arquivo Pessoal/Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *