Viaturas Reforço PM Verão 2016 10

Desta vez vamos abordar um assunto muito delicado (não que os anteriores não o fossem!!!), que ocupa as manchetes dos jornais diariamente e está na boca do povo, em todos os locais, em todos os momentos. Desta vez vamos falar de Segurança Pública.

Atualmente está cada vez mais difícil para o morador se proteger e se manter protegido. O número de roubos está em alta, o tráfico de drogas domina nossos jovens, casas são furtadas e temos que manter trancas, alarmes e câmeras ligadas diariamente para não termos nossas casas invadidas e furtadas.

Penso que uma saída seria obrigar o Governo do Estado a aumentar o número de Policiais Militares e Civis em nossa cidade, bem como equipamentos, acessórios e viaturas e neste caso me refiro também a Polícia Ambiental, Polícia Rodoviária, Bombeiros e Salva-Mar.

Intensificar os programas e campanhas de iluminação pública é outra alternativa para conter a criminalidade, pois já é tradição que os bandidos não gostam de ambientes iluminados e muito claros, pois prejudica o ataque surpresa, sua principal característica.

Uma ideia que carrego seria a instalação e efetivação da Guarda Civil Municipal em Caraguatatuba. Uma força armada e preparada para a guarda de boa parte de nossa cidade, de nossos prédios públicos, dos nossos eventos e realizações, além das áreas mais movimentadas em nossas praias e áreas turísticas. Em suma, dividir a cidade deixando as áreas de maior criminalidade para a Polícia Militar e o restante para a Guarda Civil, ou seja, Prefeitura, Câmara, Praças, áreas de concentração turística, praias, eventos municipais, shows de música, outros prédios públicos, etc….

A criação da Guarda Civil Municipal seria a melhor forma de conciliar uma melhoria na Segurança Pública do município com a geração de empregos de moradores locais, além do avanço e preparação para o futuro, quando as polícias estaduais serão extintas e as polícias municipais serão criadas. A Segurança depende de todos nós, de um trabalho conjunto de reivindicações.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *