Vamos fechar a semana com algo mais light, mais harmonioso e remexendo os arquivos do tempo da Unitau, descobrimos estas jóias que apenas os jovens e os de bom coração tem e se inspiram. Espero que gostem. Bom final de semana!!!

Não sei se isto é uma carta, uma crônica, um desabafo ou sei lá o que.
O que sei é que sinto necessidade de falar com você, de conversar com você e não estamos tendo chance nos últimos dias.
Como as idéias vão fluindo, talvez você ache que esta missiva esteja desorganizada.
Não preciso dizer que não te amo, pois você já sabe disso, mas sim, que estou apaixonado por ti. O pouco que sei, posso garantir que sinto por ti uma paixão imensa, avassaladora, que mexe comigo, me altera, me seduz, me enlouquece.
Afirmo com certeza que você preenche em mim um espaço que há muito não tinha, o espaço de uma paixão ardente, um envolvimento de pele, de cheiro, de carinho e carícias, mesmo que a distância, mas elas existem e são reais.
Quando disse que não te amo, me refiro ao fato de que o Amor é algo estruturado, de sentir falta, de não pode viver sem a cara metade. A paixão é algo mais violento (???), mais voltado para o sexo, mais descompromissado, mais fortuito e efêmero, porém forte, duradouro e extremamente caliente.
Você pode achar estranho, mas é a minha opinião.
Se refletirmos, você também não ama, nem a mim e muito menos a ninguém. O seu jeito de amar é estar com alguém que lhe complete no restante de seus objetivos, mas que mantenha a sua independência, a sua liberdade e em certos pontos, a distância também. Em contrapartida, se o parceiro fizer o que citei anteriormente, você concede a ele o direito de ter prazer contigo e se ele fizer bem feito, você retribui ainda com mais desejo.
E por falar em retribuir o desejo, você guarda sempre o troféu ao parceiro por ele ter correspondido aos teus anseios. E como já havia dito, você guarda o seu maior troféu, dando a ele quando você quiser, quando você desejar e não sempre quando sentir vontade, tesão, etc……

Obviamente estou me referindo ao teu bumbum, lindo, maravilhoso, espetacularmente sensacional.
Não estou querendo com estas linhas te criticar, mas sim, me abrir, conversar, falar com você e em conseqüência, te ouvir, discutir o que escrevi, obter sua opinião e até sua raiva, se é que te enraivei.
Eu quero você para preencher o espaço vazio que há na minha vida. Quero-te vestida, nua, de lingerie, quero te acordar com carícias, invadir teu banho e envolvê-la em meus braços. Sentir o calor da tua pele na minha, o teu perfume, teu gosto e sabor.
Vou te querer de camisola e salto alto, parando na minha frente e despindo-se de maneira despudorada. Quero te amar em todos os sentidos, em todas as posições. Desejo atrasar o almoço pois quero transar com você na cozinha, iniciar com preliminares calientes no elevador, acariciar teu bumbum como forma de dizer “tchau” e receber como retribuição um carinho na minha genitália.
Falando em satisfação vou tomar coragem e através destas linhas, contradizer você. Quando me critica por eu sempre te achar uma “Máquina de Fazer Sexo” eu digo sim, você é uma estupenda máquina de gozo, de sexo, de prazer infinito. Não acho isso errado, só acho que você não deve me contradizer, pois no seu íntimo, você sabe o que é, que tu és uma engenhoca fogosa e cheia de libido, de desejo e tesão a flor da pele e isto é muito bom.
Não queria repetir, por não haver necessidade, mas vou dizer sim, que você também me atraiu por ser, além de linda, dotada de um corpo belíssimo e ser muito fogosa, de ser uma mulher inteligente, madura, independente, segura de seus atos e idéias, mas isso você já sabe…..
Nossa……..!!!!!!!! como está fazendo bem escrever e ao mesmo tempo, conversar com você.
Espero que você entenda que esta carta, com tom de desabafo é a maneira que encontrei para expressar a minha paixão, os meus sentimentos sobre você, de poder conversar, de você me fazer ouvir.
Daquele que nunca irá te esquecer, ao melhor e mais doce dos meus pecados. Daquele que muito te quer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *