Hoje é dia de festa!!! Hoje a nossa cidade apaga mais uma velinha no seu caminho de desenvolvimento e recuperação!!! São 164 anos quando esta terra foi descoberta e enfrentou várias adversidades até se tornar o que é hoje, a Capital do Litoral Norte, a cidade mais pujante e melhor estabelecida nesta região onde não faltam belezas e riquezas.

É dia de festa sim!!! Mesmo com a Pandemia e suas consequências “Pandemônicas” devemos comemorar, da maneira atual, com os Protocolos, Álcool em Gel, Máscaras e sem Aglomeração, apenas com a família. E o motivo da comemoração é que mais um ano se passou, estamos vivos e mesmo com todos os problemas, Caraguatatuba continua linda, maravilhosa, com todos os seus cantos, encantos e recantos.

Quem aqui vive, nasceu, veio para cá ou escolheu aqui morar tem sua fatia para comemorar e uma grande porcentagem de responsabilidade, de manter a beleza local, respeitar seus vizinhos e contribuir para a cada dia, este paraíso fique ainda melhor.

Uma cidade com 480 Quilômetros², que escora o contra forte da Serra do Mar e que por vontade divina e da natureza, está no marco zero da linha do mar, em alguns lugares até abaixo, sofre com as intempéries do tempo, onde a pior combinação é chuva com maré alta. Muito se fez, se falou, se tentou e vem se tentando, mas um dia isso se acerta, pois a fé do Caiçara é algo que não se tem registro nos anais da história.

Caraguatatuba significa no Tupi Guarani; “Abundância de Caraguatá”, uma Bromélia, da família das Bromeliáceas, que se assemelha a um ananás, um pequeno abacaxi. Há estudos que traduzem Caraguatatuba como a corruptela de Curaá-Guat-Aty-Bó, ou seja, “Enseada de Altos e Baixos”, versão que se confirma ao visualizar a cidade do mar.

Com o passar dos anos e dos tempos o povo que aqui nasceu e viveu sofreu muito e em diversos momentos. Em 1897 uma peste matou boa parte e o restante fugiu para Ubatuba e São Sebastião. Em 1967 uma Tromba D’Agua arrasou parte da cidade e matou oficialmente 200 pessoas e oficiosamente mais de 2 mil.

Viver aqui é se acostumar com os rumos da política, onde os mandatários se alternavam em apoiar o Turismo e os moradores mais pobres. A gentileza do Caiçara já foi tema de poesia e traduzem o costume desta terra, que sempre recebeu bem seus novos vizinhos, sejam eles Veranistas, sejam eles moradores fixos.

Algumas peculiaridades marcam a vida de Caraguatatuba. A Matriz, que é de Santo Antonio, fica na Rua São Benedito. O Caraguatá, que é o símbolo da cidade, não tem um Viveiro específico e não é visto em lugar algum da cidade, seja em prédios públicos ou particulares. Os principais prédios que fizeram a história do município ou não existem mais ou não são usados para desenvolver o Turismo, que ainda é Sazonal e tem verba que cabe no bolso do Secretário que a gerencia.

O número 7 (sete) faz parte da história da cidade. Não que seja uma cidade de mentirosos, mas ao longo do tempo os principais momentos tem o número inscrito nele. No Século 17 a cidade surgiu, como povoado, através da Concessão de Sesmarias. Em 1807 o lugarejo ganhou o nome de “A Vila que desertou”, devido uma epidemia de Malária ou Varíola que expulsou os sobreviventes para as localidades vizinhas. Em 1847 tornou-se Freguesia, em 1857 Emancipou-se Político e Administrativamente. Em 1927 teve início da Fazenda dos Ingleses, que até hoje ocupa cerca de um terço da área urbana da cidade. Em 1947 tornou-se Estância Balneária e em 1967 veio a Catástrofe em março.

Por estas e outras e pelo fato de que a cidade por poucas vezes foi gerenciada por gente da terra, o Caiçara, o morador que veio de fora e a cidade vão vivendo, harmonizando, respirando o ar puro que deixa o pulmão com ferrugem, conforme uma antiga brincadeira e o sangue imunizado pelas picadas do borrachudo. Não há problema ou crise que vença esta cidade, que se reconstrói, se reorganiza, caminha para o futuro e visa sempre o progresso e o desenvolvimento.

Esta é a Caraguatatuba amada por todos que comemora mais um aniversário. Acenda uma vela, faça uma oração pelo fim dos atuais problemas e confraternize com quem está junto de ti, acendendo outra velinha e cantando Parabéns para Você. Viva Caraguatatuba!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *