A Colunista do Blog Contra & Verso, sediado e localizado em Caraguatatuba desde Fevereiro de 2015, Sandra Beatriz Lima Moreira ou Bea Moreira, como é conhecida, foi indicada para a Seleção Nacional do Poetize 2022, da Vivara Editora Nacional com o Poema “Sapo Tenor”. A edição deste ano é comemorativa dos 12 anos da criação do prêmio, que homenageia a Comunidade Novos Poetas.

O Blog Contra & Verso nasceu em 22 de Fevereiro de 2015, como uma alternativa de contemplar o Mercado de Trabalho em Comunicação com um veículo de conteúdo diversificado e com linha editorial inicialmente na Política, mas com várias outras editorias como Vídeos, Gastronomia, Turismo, Empresarial e a melhor e mais lida Coluna Política da região, Blogueando.

Sandra Beatriz Lima Moreira ou Bea Moreira, como é conhecida no Contra & Verso, assina uma coluna toda terça-feira. Oriunda de família tradicional de Caraguatatuba, recentemente completou o seu primeiro ano como parceira do veículo. Sua formação é em Ciências Sociais e atualmente é professora da Rede Pública Municipal de Itapoá, em Santa Catarina. Semanalmente publica poesias, textos analíticos ou históricos, provocando as pessoas ao raciocínio, a meditação e reflexão sobre o momento que vivemos.

O Prêmio Poetize 2022 está na sua 12ª Edição e pertence a Vivara Editora Nacional, que anualmente publica a Seleção Poesia Brasileira. Podem participar da seleção todos os brasileiros maiores de 16 anos de qualquer região do país, desde que escrevam textos em língua portuguesa. Cada participante pode se inscrever com até dois textos inéditos, com protocolos específicos para a extensão do texto, fonte, tamanho e limite de páginas.

De acordo com o Edital de Inscrição apenas um poema de cada inscrito será classificado, de um total de 250 textos que serão impressos na Edição Anual Comemorativa, num total de 5 mil unidades. No livro os 20 primeiros classificados estão inseridos por ordem de classificação, sendo que os demais por ordem alfabética, onde consta a indicação de Bea Moreira, que recebeu a notícia no final do ano passado.

A nossa colunista falou sobre a indicação. “Recebi a notícia com surpresa pois sinceramente, não esperava ser contemplada”, disse. Para Bea a inspiração é única. “Não que não acreditasse em mim, se fosse esse o caso, nem teria participado mas, acreditava muito nos outros, foi então que percebi que a inspiração não se qualifica. Ela é única, e acontece”, frisou. Para a nossa colunista a premiação foi dupla. “Eu fui premiada duas vezes, por receber esse sopro divino, que se tornou ferramenta e pelo prêmio, em si”, conta. “Quero agradecer, minha eterna gratidão pelo incentivo de todos, e pelas portas que se abriram”, finaliza.

Leia abaixo o Poema escolhido para a 12ª Edição do Prêmio Poetize 2022 – Comunidade Novos Poetas.

 

UMA ESTÓRIA DE SAPO

(Para Mariana)

 

Era um sapo pequenino

Que morava no brejo fundo

Que cantava tão fininho

Pensando encantar o mundo

 

Um dia o coitado do sapo

Saiu para passear

Entrou por um cano d’água

E não conseguiu mais voltar

 

Desesperado, sozinho

Cantou p’rá espantar a dor

E seu canto, tão fraquinho

Virou uma voz de tenor

 

O sapo, feliz da vida,

Teve forças prá escapar

Mas sempre entrava no cano

Quando queria cantar!

 

E então, o pequeno sapo

Quis a notícia espalhar

Os outros sapos do brejo

Puseram-se a gargalhar

 

Mas o sapo, tão contente

Pensem! Não se acovardou!

Passou a cantar no cano

E a todo o mundo encantou

 

O sapo, que era sozinho

Tristonho, infeliz, sonhador

Hoje está feliz da vida

Porque é um sapo cantor!

 

E agora, o tal sapinho

Vive coberto de glória

E este, queridos amigos,

É o fim da nossa estória.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *