Notícia, principalmente de bastidor, é como carvão, pois sempre tem aquele que mantêm a brasa acesa. Este é o caso da coluna Blogueando e das notas relacionadas ao tal evento denominado Fluxo. Bastou publicar a primeira parte e antes da segunda dar continuidade já tínhamos argumentos para um terceiro capítulo.

 

Rendeu

Mesmo passados alguns dias o assunto Fluxo e sua repercussão perante a Sociedade Civil Organizada está dando o que falar nos quatro cantos da cidade.

 

Constatação

A constatação desta terrível concentração de jovens nos faz pensar o que teremos nos próximos anos, os pais que veremos nascer, as famílias que se formarão deterioradas, as quadrilhas que irão se formar e o clima de instabilidade que irá se criar na cidade.

 

Informações

Recebemos a informação de algumas fontes sobre o assunto, após lerem o primeiro capítulo deste trágico movimento jovem, que resultaram neste terceiro capítulo, que não era previsto.

 

Tribos

Você sabia que o Fluxo é formado pela união de várias tribos de jovens??? Estas tribos tem por base serem adeptas de alguns gostos, maneiras e predileções. Um exemplo seria o Funk, a Bebedeira, as Drogas, Beijar e ficar com os garotos e até quantas transas cada garota consegue por noite!!!

 

Sintonia

Estas tribos entram em sintonia pelas Redes Sociais e arregimentam a data, o horário e o local para a realização do Fluxo. Pode-se dizer que é uma organização de fazer inveja a muitos eventos.

 

Sabia

Você sabia que após a realização do Fluxo na Praça do Museu, no centro da cidade, a Presidente da Fundacc descobriu quem eram os líderes e realizou uma reunião com eles???

 

Desmente

Essa informação desmente a versão divulgada de que os membros do Fluxo não tinham liderança!!!

 

Mais ou Menos

Segundo nossos informantes o Fluxo tem e não tem uma liderança, uma organização e um mantenedor, ou seja, ao mesmo tempo que alguém mantêm e organiza, na semana seguinte é outra pessoa, grupo ou tribo que faz este papel.

 

Reunião

Mas você está querendo saber qual foi o resultado da dita reunião entre a Presidente da Fundacc, a ré no caso Mamulengo, Silmara Mattiazzo e os líderes das tribos que realizam o Fluxo. Veja só!!!!!!!!

 

Local

Foi proposto a eles um local determinado, com a devida estrutura e monitoramento de praxe para evitar excessos, assim como foi mencionado na coluna Fluxo 2.

 

Resposta

Simplesmente os líderes tribais responderam que não aceitam local determinado e não querem nenhum auxílio ou ajuda do Poder Público, finalizando com a seguinte frase: “Vamos botar para F……….!!!”.

 

Adultos

Ao contrário do que também foi ventilado, de que não haviam adultos inseridos na realização do Fluxo, a nossa fonte desmente tal versão, relatando que adultos, de cidades vizinhas é que trazem Drogas e Bebidas fortes para servir aos jovens idiotas que caem nesta ilusão.

 

Descontrolada

Segundo as fontes a situação está fora de controle por falta de uma ação que paralisasse ou terminasse a realização do Fluxo no passado, ou seja, não mexeram no passado, tentar parar no presente é algo muito difícil e que terá como consequência um futuro drástico.

 

Consequência

Ainda de acordo com os relatos, tem crescido o número de garotas, de meninas se consultar e pedir tratamento na Rede Pública Municipal de Saúde, sob a falsa acusação de que teriam sido molestadas sexualmente.

 

Psicólogas

Com o aumento crescente destas consultas e tratamentos as psicólogas da Prefeitura descobriram que estas garotas vinham das noitadas de sexo casual consentido, feito quando estavam bêbadas ou drogadas durante o Fluxo.

 

Sequelas

Algumas destas garotas acabam por se martirizar, produzindo cortes, isso mesmo, autoflagelação, uma espécie de penitência pelo ato impensado cometido.

 

Martirizam

Esta martirização ocorre quando se deparam, no dia seguinte ao Fluxo, acordando nuas na areia da praia ou no terreiro de onde ocorreu o evento, em decorrência da bebedeira, das drogas ingeridas e do sexo casual consentido sob a ação de substâncias ilícitas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *