Música 1

A Música Popular Brasileira mudou muito nas últimas décadas. Na verdade se aprimorou, modernizou, sofreu influências, acompanhou os novos tempos, as novas tendências e os sonhos da população. Ao mesmo tempo sacrificou e destruiu por completo a chamada “Licença Poética”.

Este texto poderia ser complementado com declarações das grandes estrelas da música nacional que passaram por Caraguá neste Verão, mas atos escusos a nossa vontade, as chamadas “Forças Estranhas”, as mesmas que derrubaram Jânio Quadros nos impediram, seja pela falta de parceria, seja por excesso de burocracia, seja por atitudes inaceitáveis para um bom trabalho de imprensa. Vamos tentar fazer o melhor possível com o pouco que temos.

O que podemos chamar de boa música??? Uma letra inteligente, romântica, agradável, fácil de entender, explicativa, direta, que preserve o bom e correto português e demonstre qualidade. Além disso temos uma melodia, arranjo e outros detalhes técnicos. Temos também a Licença Poética, que é percebida na Rosa Louca de Tom Jobin, nos olhos sorrindo de Pixinguinha e em outras tantas composições que enchem o coração das pessoas de alegria e emoção. Mas o que mudou na Música Popular Brasileira???

Atualmente temos que aturar, essa seria a palavra correta, músicas grotescas, de melodias medíocres e letras da mais completa falta de qualidade. O Rádio e a Televisão estão atulhados de Pagodes baratos, de Axés humilhantes, de Funks Pornográficos e violentos, do Forró Tecno Brega miserável e deste Sertanejo Universitário nojento e indecente. Nesse ramo salvam-se apenas as grandes estrelas do MPB e o Rap, que ainda mantêm a sua base de protesto.

Pare, pense, leia, escute e analise. O que fizeram com a Licença Poética na Música Brasileira??? As músicas hoje só falam em bebedeira, sexo animal, avassalador e casual, violência do tráfico e das gangues, machismo, mulheres vulgares, caçadoras de prazer e de uma aposentadoria antecipada, onde um filho ou um escândalo é o melhor investimento. Mas por que estas músicas fazem tanto sucesso???

Assim como o Churrasco e a Feijoada que caíram no gosto do Brasileiro, o Sonho, a Bomba de Chocolate e o Pudim de Leite Condensado adoçam a boca do povo em geral. Uma música só vira sucesso se o povo gostar e para isso, precisa tocar muitas vezes, o que na maioria dos casos acontece devido ao grande número de pedidos dos ouvintes e telespectadores ou do chamado “Jabá”, que nada mais é do que a propina paga pela Gravadora ou pela produção do artista, para uma rádio ou determinado locutor de sucesso, para que incentive e toque diversas vezes durante o dia, determinada banda.

E por que uma banda só faz sucesso se houver o dito Jabá imperando como motivação??? Sucessos de crítica e público atingem na maioria das vezes a grande massa da população, massa essa que é manobrável, desorganizada, com pouco conteúdo educacional e pouquíssimo interesse em questionar, apenas em aceitar. Dessa maneira, ou seja, pela baixa qualidade da Educação no Brasil, a grande massa aceita qualquer música que toque mais do que 3 vezes no mesmo dia em pelo menos 2 rádios, ao invés de rechaçar, de escolher algo com mais qualidade e impor a sua vontade para a música, assim como faz quanto a religião, seu time de futebol ou o restaurante preferido. Em resumo, a baixa qualidade na música brasileira, que vaporizou simplesmente a Licença Poética é oriunda da falta de uma melhor educação do próprio povo que a ouve.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *