Em ano Eleitoral a Prefeitura realiza movimentações estratégicas no seu quadro de Servidores para beneficiar o seu staff que será candidato a Vereador. Membros do Secretariado foram remanejados para funções menores com altas gratificações para se afastar com menos tempo.

A Prefeitura de Caraguatatuba, através do Chefe do Executivo está se aproveitando das brechas na Legislação Eleitoral para privilegiar seus Pré-Candidatos a Vereador. As brechas atingem os cargos do 1º Escalão – Secretários Municipais e Adjuntos, que pela Lei Eleitoral teriam que se afastar agora em Abril, para cargos no 2º Escalão e que não tratem diretamente com o Erário Público, pois estes poderão se afastar apenas Julho. Para que estas pessoas não tenham redução em seus vencimentos, no seu orçamento pessoal e mensal, os remanejamentos estão sendo feitos com altas porcentagens de Gratificação.

Esta alternativa está sendo feita por orientação do pai do atual Prefeito, o ex-Prefeito José Pereira de Aguilar, que tenta a todo custo formar chapas de Vereadores com pessoas conhecidas na cidade, com o objetivo de conquistar a reeleição de seu filho, o atual Prefeito José Pereira de Aguilar Jr. .

Segundo informações e pesquisa no Portal de Transparência, no que tange as Portarias editadas recentemente figuram os nomes dos ex-Secretários Léo Macedo, Jonas Fontes e Hugo Bernardes, respectivamente da Secretaria do Deficiente e Idoso, do Desenvolvimento Social e Cidadania e da Mobilidade Urbana, mas sabe-se que também deverão proceder da mesma maneira o Secretário de Turismo Cristian Bota e o Vice-Prefeito Campos Júnior.

Para se ter uma ideia as alterações foram feitas da seguinte maneira: De Secretário Adjunto no Sepedi, Léo Macedo passou a Diretor do Departamento de Convênios e Captação de Recursos, com 100% de Gratificação. Jonas Fontes deixou a Secretaria de Desenvolvimento Social para tornar-se Diretor do Departamento de Fomento, Ações Sociais e Solidariedade na Defesa Civil, também com 100% de Gratificação. Hugo Bernardes passou de Adjunto da Mobilidade Urbana para Diretor do Departamento Administrativo, responsável pela futura Guarda Civil Municipal, com igual Gratificação na ordem de 100%.

O único caso de um não Secretário é o de Fábio Rodrigues, que de Chefe da Área de Mídias Digitais e Novas Mídias, passou a Chefe da área de de Engenharia e Sinalização Viária na Secretaria de Mobilidade Urbana e depois alterado para o setor de Arte e Sinalização Viária e controle da frota, com extraordinárias duas Gratificações, cada uma de 80%.

Quanto ao Secretário Cristian Bota, fala-se aos quatro cantos da cidade que irá se candidatar a Vereador e por causa disso, deverá ter alteração igual na sua função. Quanto ao Vice-Prefeito, rumores dão conta, há cerca de dois anos que ele não seria o Vice na chapa de Reeleição, candidatando-se a Vereador no pleito deste ano.

Solicitada, a Comunicação da Prefeitura de Caraguatatuba não se manifestou até o fechamento deste texto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *