Baseado na falta de Pontos Turísticos Indoor e de uma melhor estruturação por parte do Poder Público, o grande inimigo de um Turismo rentável e de um Comércio lucrativo é a Chuva. Segundo os institutos de Meteorologia o Verão será uma temporada dentro de suas características básicas, o que traz uma esperança a mais para difícil momento econômico do país.

O Verão, a mais movimentada temporada do ano no país, teve início em 21 de dezembro às 20h23 pelo Horário Oficial de Verão e terminará em 20 de março de 2019 às 18h58 pelo Horário Oficial de Brasília. Este período é marcado por dias mais longos com forte calor e chuvas, geralmente no final da tarde que pouco amenizam as altas temperaturas. Estas chuvas, na maioria das vezes, vem da formação de nuvens chamadas de “Cúmulos Nimbus”, estacionadas aproximadamente há dois mil metros de altitude, que trazem relâmpagos, raios e trovões durante o período de sua precipitação, algo em torno de 40 a 60 minutos.

Este ano o Verão sofrerá a influência do El-Niño, que aquece as águas do Oceano Pacífico e representa aumento de chuvas, em 2019 se apresenta de fraco a moderado no período. A outra versão tem o nome de “La Niña” e por esfriar as águas do Pacífico, torna o Verão uma estação seca, sem chuvas.

Segundo as previsões o mês de Janeiro será de forte calor, altas temperaturas e as tradicionais Chuvas de Verão diariamente e já mencionadas no texto e que deverão ficar um pouco acima da média para o mês, que é de 50 milímetros. Em Fevereiro as altas temperaturas vão continuar a subir e as chuvas terão uma redução. O Verão finaliza em Março com a volta das diárias Chuvas de Verão e manutenção das altas temperaturas no período.

Esta previsão deverá favorecer o Turismo e por conseguinte o Comércio local. Este ano a temporada de Verão é considerada “Longa”, pois inicia por volta de 20 de dezembro e termina apenas em março, no domingo seguinte a Quarta-Feira de Cinzas.

Os momentos de pico são tradicionais e a diferença é que os espaços entre um e outro serão mais longos. Os picos são registrados no Ano Novo, no Aniversário de São Paulo em 25 de janeiro e no Carnaval, este ano em março. Haverá registro de bom movimento nos finais de semana entre as datas de pico, mas em fevereiro haverá uma redução, devido ao início do ano letivo. O Verão é a principal estação do ano e o Turismo, a mola mestra da economia local, mas a cidade ainda padece da Sazonalidade no setor e por isso, depende exclusivamente da estação para a sobrevivência do Comércio local.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *