Rádio Peão é a expressão popular dada quando um determinado assunto ou notícia repercute pelos quatro cantos da cidade na boca do povo. A Rádio Peão mais comenta e opina do que inventa sobre um assunto.

 

Demolição

Mudando de assunto e voltando a falar sobre os Quiosqueiros, o temor é grande entre a categoria, pois há o risco da Justiça opinar, não pela licitação, mas sim pela demolição de tudo que foi construído, reformado e ampliado desde a década de 80 nas praias da cidade.

 

Ação

Este risco nasceu através da ação impetrada pelo advogado João Lúcio, que segundo consta questionou a propriedade e a construção dos quiosques a beira-mar em 2000. O questionamento teria nascido depois de um entrevero com o ex-Prefeito Antonio Carlos da Silva.

 

Lembrando

Relembrando a questão é desejo dos Quiosqueiros manter suas concessões a beira-mar através do RIP – Registro Imobiliário Patrimonial.

 

Apenas

Mencionando apenas que 18 dos 98 quiosqueiros tem o RIP.

 

Relembrando

Já o MPF – Ministério Público Federal e a SPU – Secretaria de Patrimônio da União estudam realizar uma licitação para entregar os quiosques a novos donos ou a demolição dos mesmos para efetivamente enveredar pela licitação.

 

Recordando

Antes de finalizar numa demolição ou uma licitação, ou a obtenção do RIP, tanto a justiça quanto a Prefeitura estão negociando um período que antecederia a decisão final. A justiça pensa em cinco anos e a Prefeitura num período de dez mais dez anos.

 

Praia Grande

Se a situação estava instável os últimos acontecimentos tornaram extremamente perigoso o fato. Em Praia Grande a Prefeitura e o Ministério Público entraram num acordo que não pode ser chamado de “vantajoso” para os quiosqueiros.

 

Decisão

Para se ter uma ideia dos 103 quiosques existentes apenas 31 serão reconstruídos, sim, reconstruídos, visto que todos serão demolidos e para isso uma Licitação foi lançada no final de agosto.

 

Prazo

Em contrapartida os novos concessionários terão 20 anos de prazo, com a provável renovação por tempo igual.

 

Licitação

Se tudo der certo os envelopes da licitação serão abertos em outubro deste ano e os novos quiosques começam a funcionar em 2020, visto que a obra vai durar cerca de 18 meses.

 

Questionando

Foi só publicar algumas notas sobre o Título de Cidadão dado ao Deputado Carlos Sampaio pelo Maléfico que alguns seguidores questionaram esta coluna.

 

Benfeitorias

Os maiores questionamentos foram no sentido de informar que o Parlamentar teria feito algo pela cidade, apoiando e ajudando. Pesquisamos sobre o assunto!!!

 

Verbas

Analisando o material publicitário que o Deputado distribuiu pela cidade, notamos que constam 12 envios de verba, distribuídos por quatro Secretarias e destas metade aguarda celebração de convênio e credenciamento.

 

Manifestações

Há também duas manifestações que o Deputado traz para si como autor que são entendidas como mis on scene político.

 

Contratações

Ao mesmo tempo, segundo matéria do Jornal Nacional de segunda-feira – 13 de agosto, o Deputado não poderia contratar assessoria fora de Brasília se não fosse para trabalhar no escritório do mesmo em seu estado, ou seja, na cidade de Campinas, onde tem suas bases eleitorais.

 

Agostina

E a Paróquia do Massaguaçu realizou a sua Festa Agostina, ou seja, a festa em homenagem a São João, Pedro e Antonio no mês de agosto, por isso vem daí o nome.

 

Fogueira

Na estrutura da festa constava acender não uma, mas três fogueiras durante a festa, que tem por objetivo, não só interagir com os moradores do bairro mas também com os frequentadores da igreja.

 

Não Gostou

Mas pelo jeito teve gente que não gostou do tal “acendimento” da fogueira. Esta pessoa reclamou e a fogueira não acendeu.

 

Vereador

Segundo as Redes Sociais quem andou reclamando foi o Vereador do bairro, foi descrito desta maneira, resultando em várias críticas.

 

Público

Todo homem público não pode misturar os vários homens que ele é: O Político, a Pessoa Física e a Pessoa Jurídica, se ele for esta também. Aquilo que for normal para a pessoa Física pode trazer prejuízos para a Jurídica e sequelas irreparáveis para o Político

 

Fogo Amigo

Este realmente é o ano do Fogo Amigo na Prefeitura de Caraguatatuba. Brigas internas culminaram no pedido de exoneração de um Secretário Municipal, no caso, Carlos Cogo, Secretário de Habitação.

 

Ontem

O foto ocorreu ontem – segunda-feira, três de setembro – e pelo visto tomou rumos de total descontrole, que resultaram na Carta de Demissão do Secretário Carlos Cogo.

 

Briga

O entrevero que finalizou com a exoneração do membro do staff foi com o funcionário Marcos Kinkas, que faz parte do segundo escalão na Habitação.

 

Tempos

Pelo apurado, entreveros entre Cogo e Kinkas vinham se tornando costumeiros e pelo visto chegou ao limite de Cogo, que enviou uma carta ao Prefeito notificando a sua decisão.

 

Carta

Até o final da noite de ontem não havia informação sobre o aceite ou rejeição da demissão de Cogo por Bagre Júnior.

 

Histórico

Apuramos também que o poder e a atual situação política de Kinkas subiram-lhe a cabeça, pois em maio deste ano um entrevero de proporções ocorreu dentro da Secretaria com um estagiário e no horário de expediente, na frente de diversos contribuintes.

 

Afilhado

O fato de Kinkas se manter no poder vem de sua afinidade com Bagre Filho, pois foi seu assessor na Câmara Municipal e da sintonia fina mantida com Bagre Pai, ou seja, faça o que fizer ele terá sempre imunidade.

 

Desejo

De acordo com os bastidores da política local, o sonho de Kinkas sempre foi o de assumir a Habitação e pelo visto, tanto perseguiu, tanto cavou e buscou que conseguiu.

 

Demissão

Carlos Cogo é o segundo Secretário a pedir exoneração desde que o atual grupo político tomou posse, em janeiro de 2017. Excetuando-se o caso Lelau que foi exonerado, o primeiro a pedir exoneração foi o Vereador De Paula, quando estava na Secretaria de Esportes.

 

Currículo

Cogo é o tipo de líder de partido que sempre perseguiu o poder. Por várias vezes suas alianças não apresentaram bons resultados e os poucos sucessos não foram do inteiro agrado do empreiteiro.

 

Melhor

A coligação com a chapa de Bagre Júnior e sua indicação para Secretário foi o melhor resultado político de sua carreira nos últimos 20 anos, que como diz o ditado; “Tudo que é bom dura pouco!!!”.

 

Estilo

Cogo sempre foi o Secretário “Entra Mudo e sai Calado”, pois mesmo atuando numa Secretaria estratégica como a Habitação foi apenas uma única vez aos meios de comunicação para falar sobre o seu trabalho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *