Pode ser um devaneio, um comentário, conjectura de Rádio Peão ou simplesmente uma fofoca. A verdade que mais uma vez o assunto “Dança das Cadeiras” voltou a baila e novamente tornou-se o principal assunto nos bastidores políticos da cidade e agora pelo menos com um teor oficial. O atual Prefeito prometeu para os próximos dias mudanças no seu Secretariado.

A última vez que este comentário veio a tona havia prazo de validade – Fevereiro deste ano – quando soubemos da saída dos irmãos Bota do Staff da atual gestão, respectivamente nas Secretarias de Turismo e Governo. Dizer que erramos na publicação é infantil, pois a instabilidade de ambos se baseava no resultado das Eleições Gerais de 2018 e de um sério entrevero como consequência entre o Secretário de Governo – Neto Bota, o Maléfico – e o Prefeito de fato, José Pereira de Aguilar – Bagre Pai, que teria sido resolvido depois de um certo período. Em Fevereiro deste ano o Prefeito de Direito negou a briga, desmentindo a nossa versão. Bom, ele também negou que o pai tenha mais poder que ele na cidade!!!

A questão agora é que esta dança ganhou ares oficiais, com o Prefeito anunciando por um veículo de Comunicação que em alguns dias, não sabemos quantos e qual data isso ocorrerá, mudanças no Primeiro Escalão vão acontecer. Baseado nos informes anteriores e segundo apuramos nos bastidores atualmente, alguns nomes foram esquecidos e outros foram incluídos. Resta saber o que vai ser concretizado e o que não passará apenas de uma fofoca da Rádio Peão.

Citado na versão anterior e mantido na atual conjectura, o Secretário de Urbanismo Ricardo Gaspar figura na lista dos dispensáveis e segundo apuramos, a pedido dos outros Secretários, pelo simples fato de que leva a função a sério, praticando-a dentro da lei, com calma e tranquilidade. É, o que seria um valor normal de todo ser humano virou fator decisivo para a sua manutenção no cargo. Segundo apuramos a troca é inevitável, porém o atual grupo político não teria o nome de um substituto e nesse ínterim, uma alternativa circula no back stage da política local, a de que haveria uma troca de Secretários entre o Urbanismo e o Meio Ambiente, ou seja, Gaspar iria para o Meio Ambiente e Marcel Santos iria para o Urbanismo. O grande problema desta permuta é que Gaspar tem conhecimento de Meio Ambiente por ser Engenheiro, já Marcel é apenas Engenheiro Ambiental e não sabe nada do riscado. Isso não seria problema, pois a atual gestão não está muito preocupada com o fato.

E o Vereador Duda Silva, aquele que foi traído na Eleição da Mesa Diretora, deverá mesmo aceitar a Secretaria da Habitação. Pessoas ligadas ao Parlamentar garantem que ele não gostou nada da nossa opinião sobre Enterro Político pela aceitação e que ele encara a nova função como a sua Redenção Política, tendo em vista os planos reservados a ele no cargo.

Outro que deve deixar a Câmara mas segundo consta estaria negociando uma nova função é o ex-líder do Prefeito na Câmara, Fernando Cuiú, que poderá ser o mais novo Secretário de Serviços Públicos – Sesep. As especulações dão conta de que a negociação é real e a sua concretização está separada por pequenos detalhes.

E quem diria. O Super Secretário Ricardo Romera está na lista da “Dança das Cadeiras”. Não, ele não vai ser exonerado, visto que é considerado o braço direito do Prefeito e chamado nos corredores do Paço de Super Secretário. O que deverá acontecer é que Romera, que ocupa as cadeiras da Administração e da Fazenda, deixará a primeira, ficando apenas com a segunda cadeira. Não se sabe o motivo e muito menos se teriam sido os comentários sobre dupla função ou os processos envolvendo o ex-Secretário de Educação Ricardo Ribeiro, o que se sabe é que agora ele poderá dar dedicação exclusiva apenas a uma função. Para ocupar a vaga em aberto está sendo cogitado nada mais, nada menos do que Tato Aguilar – O Mimado, também conhecido como Bagre Filho – que daria mais segurança ao atual grupo para questões do dia a dia do Executivo.

Neste renascimento de exonerações e mudanças não há qualquer menção às Secretarias de Governo, Turismo e Saúde, que foram citadas na versão anterior.

Caso sejam efetivadas estas mudanças, outras alterações deverão ocorrer para o ajuste da Máquina Pública. No caso de Cuiú ir para a Sesep, permanece Juarez Pardim como Adjunto e o famoso Hugo – aquele encarregado de maquiar o Teatro para a visita do ex-Presidente Temer – deverá bater ponto na Secretaria de Administração. Ainda sobre Cuiú se ele aceitar a função quem deverá ocupar a cadeira na Câmara será Valmir da Colônia e segundo consta, este seria o pomo da discórdia para aceitar ser Secretário, pois Colônia é oposição ao atual Governo.

Se Duda Silva assumir a vaga quem assume como suplente seria Jair Formigão, com uma segunda mudança. Há quem diga que o Secretário de Esportes, Flávio Nishiyama, teria um motivo para voltar a Câmara e cortar a alegria momentânea de Walmir da Olaria, que assumiu recentemente.

Quanto a Tato Aguilar, se realmente ele se tornar Secretário de Administração, a vaga de suplente seria suprida pelo número dois da Habitação, Marcos Kinkas – Aquele que foi o principal motivo da exoneração de Carlos Cogo – o que venhamos e convenhamos, seria prato cheio para Duda Silva, que não teria impedimentos para assumir a função de forma livre e desimpedida.

Resta saber agora o que é verdade ou mentira neste Tsunami de comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *