Tiffany Félix_PSOL 6

 

O Site de Notícias Contra & Verso sai mais uma vez na frente, como o primeiro Veículo de Comunicação escrito e na Internet a entrevistar a pré-candidata a Prefeito pelo PSOL em Caraguatatuba, a Transexual Tiffany Félix. No encontro a pré-candidata expôs seus planos e suas ideias para tentar conquistar a cadeira mais importante, localizada na rua Luis Passos Júnior, 50 no centro da cidade.

Para iniciar este texto o melhor é explicar o que é o Transexual, que pode ser masculino ou feminino. Transexual é aquele que tem posicionamento diferenciado do seu sexo biológico, ou seja, nasceu homem, mas pensa e age como mulher e vice-versa. Sendo assim existem Transexuais masculinos e femininos podendo ou não serem operados.

Tiffany Félix (na foto acima e com o Presidente do PSOL em Caraguá, o Professor Anderson) tem 45 anos, é natural de Ubatuba, está morando em Caraguatatuba desde junho deste ano, tem curso de Enfermagem, de Modelo e Manequim, é Promotora de Eventos além de ser a primeira pré-candidata a Prefeito Transexual da história política de Caraguatatuba, do Litoral Norte e da Região Metropolitana do Vale do Paraíba. A própria Tiffany argumenta ser a primeira candidata do Estado de São Paulo e só não é do Brasil pois existe uma Transexual eleita em Salvador.

Tiffany Félix e Prof Anderson_PSOL 0

A vida política de Tiffany Félix começou nas eleições de 2014, quando se candidatou a Deputado Estadual pelo PSB e segundo ela, “sofreu um trauma político”, pois foi impugnada devido a falha administrativa da legenda. A vinda para o PSOL se deu pela simpatia que tem por Luciana Genro, uma das maiores e mais famosas líderes do partido. Ao mesmo tempo achou ousado o convite feito pelo Presidente do Diretório, Professor Anderson, de fazer parte da legenda e se candidatar a Prefeitura.

Tiffany entende que uma candidata Transexual é sinal de que as pessoas estão abrindo a cabeça. “Não deve haver discriminação. Político deve lutar pelos menos favorecidos e minorias”, disse. A pré-candidata é tia do Sargento Félix, Policial Militar lotado na 3ª Cia. em Ubatuba que também é pré-candidato às eleições do próximo ano, como Vereador. Félix não vê o fato de ser Transexual como destaque para enfrentar as urnas, pois se isso fosse motivo, não teria sido banida do PSB de Ubatuba sob a alegação de que a cidade não estaria preparada para ter uma candidata como ela. Ao mesmo tempo Tiffany, que assumiu a sua Transexualidade com 34 anos diz que ser Transexual impacta mais do ser um homem comum. “Não quero o nome Transexual na minha ficha ou na minha propaganda eleitoral”, frisou.

Tiffany sente-se lisonjeada, gratificada e extremamente alegre por não ter sofrido preconceito por ser Transexual e pelo carinho que tem recebido. Enfrentar velhas raposas da política local não deixa a pré-candidata do PSOL em posição inferior. “Se estes caciques tivessem feito algum trabalho em prol dos mais pobres sentiria me inferiorizada, mas como não fizeram me considero em pé de igualdade”, esboça.

A pré-candidata ouviu da população que a Segurança Pública é o problema mais grave na cidade e que será amplamente debatido na campanha eleitoral. Tiffany finaliza desejando que o povo tenha uma mesa farta, pelo menos nos dias de festa e que seja consciente para votar, não vendendo o seu voto, o seu maior patrimônio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *