Enfim o que todos esperavam aconteceu!!! Começou a ser distribuído o famoso Gibi da Turma da Mônica em Caraguatatuba. Mesmo sem até hoje sabermos quanto custou este projeto e quais benefícios teremos deste investimento, o Blog Contra & Verso, dentro da coluna Blogueando faz um remember do caso e algumas ponderações.

 

Recordando

Antes de entrar no assunto de forma atualizada seria bom relembrar as colunas anteriores que falaram sobre o assunto: https://contraeverso.com.br/gibi-1/

 

Relembrando

Leia também esta coluna: https://contraeverso.com.br/gibi-2/

 

Recordar

Foram 4 colunas anteriores, esta é a terceira: https://contraeverso.com.br/gibi-3/

 

Relembrar

A partir desta coluna você consegue acompanhar a segunda parte deste comentado gibi: https://contraeverso.com.br/gibi-4/

 

Custo 1

Para se ter uma ideia, só de gráfica o Gibi ficou em mais de R$ 20 mil.

 

Custo 2

No Portal da Transparência consta um gasto de r$ 69 mil pagos para trazer a equipe de Maurício de Souza para conhecer, vistoriar, aprender e fotografar para elaborar o enredo.

 

Iniciando

Bom lendo ou não lendo as colunas anteriores você deve lembrar de toda a história, a do famoso Gibi da Turma da Mônica que vem para Caraguá falar da cidade, como forma de impulsionar o Turismo.

 

Enredo

O enredo também é conhecido. São 100 mil exemplares que levaram mais de um ano para ficar pronto e ser distribuído nas escolas e em pontos e ações estratégicas visando a divulgação da cidade no Turismo.

 

Turismo

Como forma de impulsionar o Turismo na cidade, vejo com ressalvas a elaboração desta revista, pois direcionada ao público infantil não observo que seja o segmento de mercado mais adequado para isso, pois na hora das férias as crianças podem até opinar, mas quem decide são os pais.

 

Educação

Mas como forma de mostrar a cidade, seus encantos e recantos as crianças de nossa cidade penso que é a maneira mais lúdica e certa para isso. Pelo menos os caras deram uma bola dentro!!!

 

História

Na revista a Turma da Mônica vem para Caraguá para participar de uma Caça ao Tesouro, onde os códigos estão distribuídos entre os monumentos naturais e os construídos pelo homem na cidade ao longo dos anos.

 

Prêmio

Cada código descoberto representa um número ou letra, que colocado na ordem desvenda qual é o prêmio da brincadeira das crianças.

 

Prêmio 1

O prêmio é conhecer o lema da cidade, que consta na bandeira e no Brasão de armas do município: DUC IN ALTUM – Em Latim “Olhando para o Alto”.

 

Indignado

A redação do Contra & Verso sente-se indignada por não ter utilizado nenhum dos personagens por nós criados para fazer parte deste enredo turístico, e olha que criamos um seleto elenco de personagens sui gêneris.

 

Contente

Ao mesmo tempo estamos contentes, pois para que alguns de nossos personagem fossem citados, é porque a Turma da Mônica conheceu as verdades da cidade, o dia-a-dia da nossa Caraguatatuba.

 

Ausente

Notaram que a Turma da Mônica conheceu a cidade mas não passou na sede da Setur. Aliás para que iriam lá??? Pois com certeza não iriam encontrar o Cris Aprendiz e ter o trabalho de ensinar algo para ele.

 

Paço

Ao mesmo tempo nem passaram por perto do Paço Municipal, pois não seriam recepcionados pelo Super Homer, que nem super mais é, atendendo apenas por Homer.

 

Exceção

Exceção se faz com Mafu, pois os personagens andaram por tudo que é canto turístico da cidade e para que a estrutura fosse montada para a realização da Gincana, com certeza teve o dedo dela. Juro que não estou acreditando ter escrito isso!!!

 

Saúde

Outra alegria é a de que os participantes da Caça ao Tesouro não tiveram problemas de Saúde, pois com certeza, Riri, todo pomposo, não mediria esforços para apoiá-los. Poderia demorar um pouco, atrasar um tempo, sumir algum resultado, mas ele estaria lá, na linha de frente!!!

 

Movimento

Notaram que os personagens andam a pé ou de bicicleta??? Ainda bem!!! Pois não tiveram a chance de encontrar carros velhos e enferrujados espalhados pela cidade, graças a Ogênio.

 

Locais

Justiça seja feita, os locais aparecem bonitos na história. Teria sido sob orientação de Cel Isopor com as mãos hábeis de Uh!!! Go. Fico imaginando se os personagens perguntassem sobre reciclagem de Isopor.

 

Reclamação

Digo o mesmo quanto a reclamações!!! Ainda bem, pois mostra que gostaram da cidade e não precisaram acionar a Psiu Ceh, mas também de nada ajudaria, pois se reclamassem ela não iria responder, por ordem dos chefes da rua de baixo.

 

Finalizando

Uma boa ideia seria a de lançar uma Gincana, uma Caça ao Tesouro igual a da revista quando do seu lançamento ou então quando da abertura oficial do Calendário de Eventos da cidade, mas como estas ideias são difíceis do pessoal da Prefeitura ter, resta esperar que o investimento tenha um mínimo de retorno!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *